Google+
 

San Andrés: o Caribe colombiano

Na vizinha Colômbia, fica uma ilha caribenha ao mesmo tempo linda e acessível: a ilha de San Andrés. Sede do arquipélago de San Andrés, Providência Santa Catalina, San Andrés é território da Colômbia, ainda que fique na costa da Nicarágua. É, na verdade, bem pequena – apenas 26 quilômetros quadrados, ou seja, garantia de que vai dar pra ver tudo!

Piscina-natural

Cortada por uma pequena cadeia de montanhas, San Andrés formou-se pela erupção de um antigo vulcão que lançou pedras do fundo do mar para a superfície, criando a maioria das ilhas. É famosa pelo seu “mar de sete cores”, com águas cristalinas de inacreditáveis variações de tons de verde e azul do mar, formando uma paisagem única e um convite a um mergulho em meio aos peixes coloridos.

Além do câmbio favorável e da natureza estonteante, o povo hospitaleiro e animado é um dos maiores trunfos de San Andrés. Curiosidade: lá fala-se o inglês crioulo – “Kríol” ou “Creole English”. Trata-se, aliás, de uma ilha pobre e sem luxos excessivos para os turistas, mas com atrações naturais tão lindas e surpreendentes que encantam até os visitantes mais exigentes. É possível visitar a ilha em qualquer época do ano, uma vez que as temperaturas praticamente não saem da casa entre 28 e 30 graus. As chuvas são raras, mas mais frequentes entre maio e novembro. E felizmente San Andrés não está na rota de ciclones e furacões que atingem o Caribe todos os anos.

Highway and Coast

Há opções de hospedagem em San Andrés para todos os gostos e bolsos. De ótimos resorts a hotéis tradicionais, passando pelos hostels mais em conta. A melhor dica para conhecer o máximo da ilha é alugar um carrinho de golfe. É o veículo preferido para quem gosta de circular com calma e apreciar as paisagens. Cabem até quatro pessoas em cada carro, e o custo médio é de COP 70.000 (R$ 75). Também dá para alugar um carro normal ou até uma scooter, opção sempre prática e divertida.

O que não pode faltar em uma ilha caribenha? Praias, claro! E em San Andrés são várias e todas muito belas. Como muitas delas sequer têm nome, a melhor dica é caminhar pela orla, apreciar as paisagens e escolher a que mais lhe agrada. A praia mais popular é a Peatonal, no centro da ilha, famosa por seu mar de poucas ondas. É a que tem melhor estrutura para os turistas, com direito a calçadão e lojinhas.

Dica: Não dá para deixar de ver de perto o Hoyo Soplador (Olho Soprador), um fenda no meio das pedras que solta vento devido à força do balanço das ondas do mar.

West-View

 

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>