Google+
 

La casa Azul: Museu Frida Kahlo

Conhecida como La Casa Azul, uma construção de 1904 serviu como principal endereço de uma das mais impressionantes artistas latino-americanas do século passado: a pintora Frida Kahlo.

Frida-Kahlo

Foi nesta casa em Coyoacán, um dos bairros mais antigos da Cidade do México, que Frida nasceu, em 1907, cresceu com sua família, morou com o muralista Diego Rivera e morreu, em 1954.

Visitar esta construção de 800 m² é entrar no mundo íntimo dessa polêmica pintora mexicana, onde objetos pessoais, móveis e fotos estão no local como na época em que a artista dividia a casa com Rivera. O bom gosto do casal se vê materializado nos móveis coloridos de diversos ambientes e no interesse pelas artes popular e pré-hispânica.

2_cozinha

Como descreveu em 1955 o museólogo Carlos Pellicer, responsável pela montagem do museu: “Pintada de azul, por fora e por dentro, parece abrigar um pouco de céu. É a casa típica da tranquilidade de vilarejos, onde a boa mesa e o bom sono oferecem às pessoas a energia suficiente para viver sem grandes sobressaltos e morrer, pacificamente”.

Convertido em museu quatro anos após a morte de Frida, o local é um dos espaços de exposição mais visitados da capital mexicana e recebe 25 mil pessoas todos os meses.

3_estudio

Conservada como seus moradores ilustres a deixaram, a sala de jantar guarda objetos originais da época como os armários de madeira, o chão amarelo e os trabalhos de papel pendurados na parede, feitos pela artista Carmen Caballero.

Por ali passaram figuras como o escritor francês André Breton, o intelectual marxista León Trotsky e o cineasta soviético Sergei Eisenstein.

4_quarto

Um dos destaques da coleção permanente da artista em exposição na La Casa Azul é o quadro ‘Viva la Vida’, trabalho que Frida realizou oito dias antes de morrer e que é considerado uma homenagem a sua vontade de continuar viva, embora já estivesse bem debilitada.

6_viva_la_vida

 

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>