Google+
 

HOYA NEWS – 21/08/2017

Risco de crime fiscal e tudo para você ler antes de a Bolsa abrir

Equipe econômica está preocupada com os riscos de quebrar a chamada “regra de ouro” das finanças públicas

São Paulo – Leia as principais notícias desta segunda-feira (21) para começar o dia bem informado:

As quentes do dia

Déficit alto põe governo sob risco de crime fiscal. Governo está preocupado com os riscos de descumprimento da chamada “regra de ouro” das finanças públicas, que proíbe a emissão de dívida em valor superior às despesas de capital (essencialmente investimentos) do exercício.Com os elevados déficits fiscais, há possibilidade de infração à norma em 2018, afirma o Valor Econômico.

Fundo público de R$ 3,6 bi desafia fiscalização eleitoral. Estrutura da Justiça é considerada insuficiente para analisar gastos de 2018, quando o fundo eleitoral aprovado na comissão da reforma política da Câmara dos Deputados vai despejar bilhões de reais em campanhas políticas no próximo pleito, diz O Estado de S. Paulo.

20% dos deputados federais receberam doação de empresa à qual fizeram pagamento. De acordo com aFolha de S. Paulo, um a cada cinco deputados federais recebeu, nas eleições de 2014, doações de empresas ou pessoas que eles contrataram –e às quais pagaram com dinheiro público.

MPF gastou R$ 2,2 milhões em diárias para procuradores da Lava Jato. Segundo a Folha de S. Paulo, de 2015 até julho deste ano, cerca de R$ 2,2 milhões foram gastos pelo MPF só em diárias pagas a procuradores que atuaram na Operação Lava Jato no período. Os valores são pagos como verba extra para aqueles que saem de suas cidades de origem para reforçar as equipes em Curitiba.

Alavancagem é o problema dos frigoríficos. Acostumados a investir em aquisições, as principais empresas do setor – JBS, BRF e Marfrig – pretendem vender ativos ou participações em controladas para trazer o endividamento para níveis mais confortáveis, publica o Valor Econômico.

Política e mundo

Moro nega suspensão de segundo interrogatório de Lula. No dia 13 de setembro, será a segunda vez que os dois ficam frente a frente, com o petista com réu em um processo da Lava Jato, em Curitiba.

Justiça no DF suspende novamente aumento de impostos sobre combustíveis. A decisão foi proferidapela juíza Adversi de Abreu. No mês passado, em outra decisão, o juiz Renato Borelli também suspendeu o reajuste por entender que seria inconstitucional por ter sido feito por decreto e não por projeto de lei.

Gilmar Mendes soltou o “rei do ônibus” de novo na sexta-feira. O empresário Jacob Barata Filho, considerado o “rei dos ônibus” no Rio, é acusado pelo Ministério Público Federal de pagar propinas a autoridades do estado.

Erdogan diz para turcos na Alemanha votarem contra Merkel. Os laços entre a Turquia e a Alemanha se tornaram mais tensos após um golpe fracassado no ano passado.

Enquanto você desligou…

Em relatório, PF indicia delatores da Andrade Gutierrez. A decisão da PF é mais um capítulo das contestações que a corporação tem feito das colaborações premiadas fechadas pelo MPF.

Zaher vai cortar laços com Estácio no mês que vem. Nesta semana, a família vendeu parte de sua participação na Estácio em duas operações e venderá o resto até o final de setembro.

Siemens nomeia André Clark como próximo CEO no Brasil. Segundo a companhia, a operação será coordenada pelos bancos Credit Suisse e Bradesco BBI. A empresa já tem ações negociadas na B3, mas tem baixa liquidez.

Agenda do dia

Nesta segunda-feira, sai o Boletim Focus do Banco Central. Também sai o índice de produção industrial da Zona do Euro.

Exame.com

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>