Google+
 

Category Archives: Luxo

Gastronomia com produção local

Entre os hotéis de luxo pelo mundo, há tantas regalias que fica até difícil lançar uma novidade que chame atenção. Mas estes cinco hotéis apostaram em um tipo diferente de “mimo” para seus hóspedes: oferecer comidas de alta gastronomia preparadas com ingredientes e produtos retirados de suas próprias propriedades. Veja a seleção, feita pelo site Glamurama:

O Hacienda Hotel Vira Vira, em Pucón, no Chile, produz 99% dos ingredientes que compõem seus pratos, do café da manhã ao jantar. A fazenda tem cultivo próprio de diversos grãos e batatas, cria cabras, galinhas, vacas, patos e outros, além de cultivar uma grande variedade de frutas e legumes, como alcachofras e aspargos. Os donos do hotel, o casal suíço Claudia e Michael Paravicini, fizeram questão de montar sua própria queijaria e leiteria, e trouxeram um mestre queijeiro para supervisionar a produção. Iogurtes, creme de leite e manteiga são preparados diariamente para deixar a experiência gastronômica ainda mais especial.

hacienda

Procurando por alta gastronomia e também aventura? O Soneva Kiri, na ilha de Koh Kood, na Tailândia, é o local perfeito. Com o conceito único de “slow life”, o hotel fabrica sua própria água, tanto mineral quanto com gás, tem seu próprio apiário e utiliza os ingredientes da sua horta para preparar as delícias servidas em seus restaurantes. Um deles é o Treepod, onde as mesas são como casas na árvore, e lá do alto, além de apreciar a vista única, é possível experimentar as refeições elaboradas – e saudáveis – entregues pelo seu garçom pessoal, que chega de tirolesa.

Soneva Kiri

Para aqueles que procuram gastronomia estrelada, o L’Andana, localizado no coração da Toscana, na Itália, é o lugar. O hotel pertence ao chef Alain Ducasse, 21 vezes estrela Michelin ao longo de sua carreira. Lá, além de cultivar sua própria horta, ele ainda faz iogurte, geleia e marmelada caseiros para o café da manhã. Mas a experiência não acaba por aí: o L’Andana conta com uma vinícola própria com 30 hectares cultivados principalmente de Cabernet Sauvignon, Viogner, Merlot, Alicante, Vermentino e Syrah. Os hóspedes, além de caírem no pecado da gula, podem passear pelas plantações e dar uma parada para degustar os vinhos produzidos por lá. E tem mais: durante os meses de outubro e novembro, a colheita de azeitona acontece para produzir o azeite And’Olio, mais um produto especial do hotel.

L’Andana

Para quem gosta de provar um bom rum, a destilaria Blackwell é uma tradição familiar. Chris Blackwell, dono do hotel Golden Eye, em Oracabessa, na Jamaica, é quem comanda a produção da bebida, feita a partir de uma receita de família. Com base na cana de açúcar, o rum Blackwell é produzido em pequena escala, mas servido à vontade para os hóspedes do hotel que, antigamente, era a casa de Ian Fleming, criador do agente 007. Se pudesse, possivelmente James Bond trocaria seu dry martini por uma dose desse rum!

Golden Eye

Aprender a cozinhar com o badalado chef Willibald Reinbacher e colhendo os ingredientes fresquinhos na hora é uma experiência possível no Shanti Maurice, nas Ilhas Maurício. O resort boutique conta com uma horta orgânica de mais de mil metros quadrados com uma grande variedade de ervas e vegetais como alecrim, erva-limão, coentro, hortelã, beterraba, berinjela, brócolis e cebola. A gastronomia do hotel ainda oferece, além de tudo o que é cultivado por lá, produtos frescos do oceano. Cada restaurante do Shanti Maurice traz uma influência: o Stars é voltado para os sabores sul africanos. Já o cardápio do Fish Shack depende da pesca da noite anterior. Mais fresco, impossível!

shanti

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Parece cenário, mas é o jardim mais valioso do mundo!

Se você está pensando que o jardim mais sofisticado do mundo está repleto de adornos em ouro e diamantes, enganou-se. Mas isso não quer dizer que ele não seja um dos mais especiais recantos naturais: extremamente luxuoso e completamente orgânico, parece até um cenário criado artificialmente.

030leonardslee1dm_800x532-2

Leonardslee Garden, em West Sussex, na Inglaterra é a tradução da exuberância. A  propriedade de 225 hectares é  repleta de belas flores, lagos, cachoeiras e uma imensa gama de espécies de árvores. Os jardins estão cheios de camélias, magnólias, azaleias e orquídeas, entre outras belíssimas flores.

high-beeches-1

O jardim é propriedade de uma família desde que Sir Edmund Loder comprou a terra, em 1889, e abriu ao público após 101 anos. Tudo isso mudou em 2010, quando Robin Loder, que representa a quinta geração de Loders, deveria cuidar dos Leonardslee.

leonardslee_gardens_sussex_600x

No entanto, contra a vontade de outros membros da família, vendeu os jardins pela soma de 7,62 milhões dólares para um comprador anônimo, que desejava  interromper o acesso público aos jardins. A família luta para que o parque seja reaberto outra vez a público, como era da vontade de seu fundador.

leonardslee-gardens-england-6

Os ingleses agora acompanham de perto o desenrolar da história na expectativa da reabertura do parque.

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Estadia de celebridade

livingroommickjohn

Para quem quer viver seus quinze minutos de fama, o destino certo é  Nova York! E mais ainda, a mlhor pedida é a suíte The Paparazzi Project no Hotel Row NYC. Idealizada por Ron Galella, literalmente a personificação do termo paparazzo – o fotográfo capturou momentos emblemáticos de celebridades como Mick Jagger, John Lennon e sua musa Jackie O. –,  a suíte de 1000 m² traz decoração elegante inspirada no glamour da Hollywood antiga com direito a fotografias de Galella, sendo algumas delas inéditas. Otoque fashion fica por conta da roupa de cama e banho da Missoni Home.

suitelr2

Para completar o dia de celeb, peça pela projeto The Paparazzi Project: durante duas horas um fotógrafo registra seus melhores momentos dentro do hotel e pela Times Square. Para ficar bem na foto, a programação ainda conta com tratamento de beauté no salão Lionel Renard. Tudo regado a tacinhas de champanhe! Que tal?

suitebedroom1-1

Fonte: Vogue

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Caça às trufas negras na Itália

“Diamantes negros da cozinha”. É assim que muitos chefs chamam as raras e caras trufas negras. Elas são cogumelos subterrâneos, comestíveis, do tamanho de uma maçã, que crescem a cerca de 30 cm abaixo da superfície, perto das raízes das árvores – especialmente a do carvalho. Cães treinados farejam os torrões de terra até encontrar a iguaria. Depois, elas são limpas cuidadosamente, para evitar o toque direto com os dedos, o que a levaria ao apodrecimento. Frescas servem como tempero. Cozidas, possuem um sabor intenso e incomparável. Os gourmets garantem: elas são o maior dos prazeres!

fd90e0f1-334b-4c59-a380-e7afc0634c54-1

Sendo o fungo mais caro do mundo, ele se desenvolve sob morros de terra perto das raízes de árvores de carvalho, avelã e outras, e têm sido apreciados durante séculos por seu aroma marcante e seu gosto robusto e completamente desenvolvido. Elas, geralmente, são tão caras quanto os diamantes. Em 2007, um apreciador pagou 330.000 dólares por uma trufa branca de 907 gramas encontrada perto de Pisa, na Itália. Na região do Périgord, na França, as trufas negras rotineiramente custam cinco mil dólares o quilo.

15845978

Para os amantes da culinária e das desta iguaria, está aí uma experiência mágica: caçar trufas! O privilégio acontece na cidade de Norcia, na Umbria, Itália. O passeio é feito através de uma reserva com o Hotel Palazzo Sêneca, na cidade, mas mesmo quem não está hospedado lá pode participar, basta pedir na recepção a organização.

15846018

O trajeto começa de carro até os campos ao redor de Norcia, que possuem uma vista linda da cidade. Dali, os caçadores são apresentados aos cães – a maioria da raça Cocker Spaniel – que já são soltos no campo para farejar as trufas. Aos caçadores, cabe seguí-los. Eles cavam, e pronto: dá-se o processo de colheita das trufas, que nascem sob o solo e, assim que colhidas, possuem um aroma totalmente diferente.

tartufi1

A excursão continua até a colheita ter uma quantidade razoável, o que é variável: há épocas do ano em que ela é farta, mas em outras não. O passeio termina com um piquenique realizado em pleno campo onde que as trufas recém colhidas são lavadas, raladas e misturadas com azeite e sal, para serem servidas em pão quentinho. Simples e único, como são todas as experiências gastronômicas na Itália!

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Novo “hotel palácio” em Paris

O que está acontecendo no mundo dos hotéis de luxo para os ricos e famosos em Paris é uma séria competição, que muitos estão chamando de “Guerra dos Palaces”, devido à reabertura, no dia 5 de julho, do histórico Palace Crillon (oficialmente, Hôtel de Crillon, da rede Rousewood Hotel) na Praça da Concórdia, na Champs-Élysées.

1.hotel_repforbes

Depois de mais de quatro anos de reforma, o prestigiado hotel, propriedade da família real saudita, recuperou seu esplendor e magnificência faraônica. Dono da propriedade desde 2010, o príncipe saudita Mutaib Bin Abdullah Bin Abdulaziz, que o comprou por € 250 milhões, escolheu devolver ao hotel sua grandiosidade original. Ele gastou quase tanto quanto pagou – € 200 milhões – para modernizá-lo com o que há de mais confortável e recente, além de construir um segundo subsolo e reduzir o número de quartos de 147 para 124 para privilegiar refinadas suítes.

2.hotel_repforbes

“A ideia era colocar uma dose de elegância contemporânea no universo do século 18”, relatou a revista semanal francesa “The Nouvel Observateur”. “É preciso reconhecer o sucesso, já que nem sempre é fácil fazer algo moderno e sofisticado a partir de algo antigo.”

O renascimento do Crillon, que foi originalmente inaugurado como um hotel há 98 anos, em 12 de março de 1909, era necessário caso o hotel desejasse entrar na competição não-oficial entre os palaces de Paris – incluindo o Peninsula, inaugurado em 2015, e o Ritz, que foi aberto novamente em 2016 – que a mídia francesa está chamando de “la grande bataille des palaces parisiens”.

5.hotel_repforbes

Uma noite no novo hotel pode variar de € 1.200 a € 32.000. Os quartos têm vista para o Obelisco de Luxor, Jardins das Tulherias e Assembleia Nacional, entre outros marcos da capital francesa. O saguão é decorado com sofás de couro. Um restaurante de ponta, o L’Ecrin, é conduzido pelo chef Christopher Hache. Há, ainda, um restaurante mais casual com um bar.

No novo nível de subsolo foi construída uma piscina magnífica, com teto de vidro e vista para um pátio, um spa decorado com mármore branco, um salão de beleza e uma sala que oferece serviços para homens, como barbeiros e engraxates.

7.hotel_repforbes

Com a reforma do Crillon, Paris oferece, agora, 1.900 quartos “palacianos” – 800 a mais do que há uma década. Dadas as dificuldades encaradas pela indústria do turismo devido aos ataques terroristas na cidade e no país – que afetaram particularmente o mercado de hotéis de luxo -, as expectativas são altas e a competição é acirrada.

3.hotel_repforbes

Fonte: Forbes

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O extravagante Dorsia Hotel

Este hotel na Suíça quer enganar seus hóspedes. O objetivo do Dorsia Hotel, em Gotemburgo, ao que tudo indica, é fazer com que as pessoas pensem que estão no século errado, na casa de uma senhora muito excêntrica. A decoração é uma mistura selvagem de tons de rosa e roxo, com elementos marcantes, que vão desde cabeceiras de veludo até mosaicos de azulejo, que ocupam todas as paredes dos banheiros. Porções generosas de estampas de flores e artes da época vitoriana aumentam a sensação de glamour decadente.

11667787

Aqui, cachecóis de pele falsa pretos e vermelhos são usados como roupa de cama; as mesas têm o formato da parte inferior dos avestruzes; e chapéus também servem como abajures. A extravagância acontece até nos elevadores, onde a trilha sonora é escolhida de acordo com os passageiros.

dorsia-hotel-style-architecture-classic-interior-design-style-sweden-pink-purple

Dorsia_Lola_Akerstrom1

No restaurante, o menu é dar água na boca, para dizer o mínimo. Os funcionários foram escolhidos a dedo para garantir o mais alto padrão e a comida certamente faz jus às expectativas dos hóspedes ávidos por sabores marcantes. Há também uma extensa adega de vinhos e cada bebida é cuidadosamente selecionada pelo sommelier. Já o gim é a especialidade da casa.

dorsia-hotel-restaurant

Com uma localização central para explorar a cidade, os hóspedes estão perto de todas as atrações de Gotemburgo. Recomendamos também passeios de barco ao longo da costa próxima deslumbrante.

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A maior piscina infinita do mundo

marinabay

Nadar ou relaxar tendo uma vista maravilhosa para a cidade é a proposta da piscina a 200 metros de altitude do hotel Marina Bay Sands, em Cingapura. O deslumbrante terraço só poderia ficar em um enorme hotel com 2.561 quartos, um museu, cassino, restaurantes, bares e ainda um shopping.

marina8

A piscina nas alturas, no 57º andar, chamado SkyPark, tem quase 150 metros de comprimento e foi feita com 200 mil  toneladas de aço para controlar a pressão da água. Essa “pequena” obra, segundo o hotel, é a mais alta e maior piscina infinita do mundo, e pega boa parte do orçamento de US$ 5,7 bilhões da construção.

marina6

Fonte: Hypeness

 

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Luxo no Museu TAG Heuer, na Suíça

Sinônimo de inovação e qualidade desde 1860, a marca Tag Heuer também é obra de museu. O TAG Heuer 360 fica na cidade de La Chaux-de-Fonds, vizinho à sede das oficinas da empresa, na Suíça.

MuseumR950

Surpreendente por sua arquitetura e cenografia circular, o museu de 200 m² recupera a saga da marca relojoeira e sua dedicação em melhor medir intervalos de tempo infinitamente pequenos. Todo o design foi inspirado no intrigante e inacessível espaço entre o mostrador do relógio e seu vidro de safira.

mm0006

O espaço proporciona aos visitantes uma experiência audiovisual única e personifica os heróis de ontem e de hoje. Entre eles, personalidades como Steve McQueenBrad Pitt, Uma Thurman, Juan-Manuel Fangio, Kimi Räikkönen, Lewis Hamilton, Maria SharapovaTiger Woods e até Ayrton Senna: todos embaixadores da marca.

La_Chaux-de-Fonds_inside_museum_560

A TAG Heuer é a quarta maior relojoaria de luxo do mundo e tornou-se referência absoluta na criação dos mais precisos instrumentos de medição de tempo, fazendo história desde os Jogos Olímpicos da década de 1920, até seu papel como cronometrista oficial da Fórmula 1, e da Indy Racing League. A visita ao museu é a programação de luxo ideal para quem visita a Suíça.

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Que tal se casar em Malta?

Um dos melhores segredos guardados da Europa, Malta está se transformando em um local bastante procurado por quem sonha com um casamento digno de cinema. As ilhas maltesas, formadas por Malta, Gozo e Comino, ficam a apenas três horas do Reino Unido e oferecem um destino com bastante história, cultura, vida noturna e sol durante todo o ano para manter todos os viajantes felizes.

796dc0es4m8ddixxot2qszoxa

As ilhas possuem cerca de 365 belas igrejas, tornando o país o destino ideal para aqueles que desejam um casamento religioso. A elegância e o esplendor das paróquias barrocas proporcionarão um belo cenário para o dia especial do casal. Para os que buscam intimidade e isolamento, há também muitas capelas encantadoras localizadas na área mais rural do país. No entanto, casais que seguem outras religiões também podem encontrar um lugar perfeito para o casamento dos sonhos. Uma vez que o país possui um passado histórico tão variado e colorido, há uma série de locais interessantes ao ar livre ou fechados que podem ser escolhidos.

617krnryhkjg9ipz18vbq1lyn

Quem tem em mente uma cerimônia grandiosa vai adorar um dos grandes palácios barrocos com jardins deslumbrantes do país, e aqueles que preferem algo mais rústico podem escolher uma bela casa de campo situada na pitoresca zona rural de Gozo. Para os amantes da natureza, o país tem muitas belas praias, cenários e paisagens que o tornam único.

1dyrng9fu7icio24avq1yzcsq

Para quem quer se casar no civil, também há opções interessantes. Desde o majestoso Upper Barrakka Gardens, no Grande Porto de Valletta, até fazendas rústicas, hotéis cinco estrelas à beira-mar, castelos como Castello dei Baroni ou luxuosas mansões como Palazzo Parisio, há uma abundância de locais impressionantes para uma cerimônia mais formal.

Fonte: IG

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Sofisticação em meio ao Atacama

o-por-do-sol-na-lagoa-tebenquiche-e-uma-das-atracoes-imperdiveis-do-atacama-1372018491898_956x500

A pequena San Pedro de Atacama, que fica no meio do deserto chileno, o mais árido do mundo, foi durante muito tempo um concorrido ponto de encontro de mochileiros de estrada da América Latina. O perfil alternativo e barato do lugar começou a mudar em 1998, quando o povoado foi descoberto por europeus. Naquele ano, foi inaugurado o primeiro resort da região.

Os nativos do local perceberam, então, que era hora de substituir os campings por pousadas mais confortáveis, e a rua central foi invadida por restaurantes sofisticados. Em 2008, mais três luxuosos hotéis abriram suas portas na região. Os hotéis “oásis” trabalham com sistema all inclusive de hospedagem – três refeições por dia, bebidas à vontade e passeios. Têm, ainda, a comodidade de um spa em suas dependências, pago à parte. E preços à altura de tantos mimos: os pacotes de três noites variam entre US$ 1.064 e US$ 1.920 por pessoa.

tat-licancaburfora

O Kunza, com 60 quartos, é o maior da região e o único entre os cinco-estrelas com televisão e frigobar nos quartos. De tão grande, os hóspedes se deslocam em carrinhos de golfe. O spa mais sofisticado de San Pedro fica no Tierra Atacama. Os tratamentos são feitos com produtos L’Occitane e há banhos de vapor, jacuzzi e piscina aquecida coberta com hidromassagem, jatos e cascatas. Nos quartos, varanda privativa e a vista do Vulcão Licancabur compensam a ausência da TV. O ponto negativo desses dois hotéis é a localização: ambos ficam a 2,5 quilômetros de distância da vila. Pode parecer pouco, mas não é aconselhável fazer o trajeto a pé durante a noite, quando San Pedro fica cheio de cães e animais noturnos.

O menor, porém não menos luxuoso, da região, o hotel boutique Awassi tem apenas oito quartos, todos com jipe e motorista para passeios a qualquer momento. Além da opção de traslado de Santiago a Calama, cidade a uma hora de carro de San Pedro, em avião fretado. Preço da mordomia: US$ 800. O cardápio mais interessante de bebidas incluídas está também no Awassi, com uísque 12 anos, bons vinhos e até uma curiosa vodca grega.

tat-open

A localização, espremida entre montanhas e um lago, garante um visual impecável ao Alto Atacama. A arquitetura integrada à paisagem privilegia a simplicidade e o uso de materiais naturais como palha e madeira. A decoração usa peças de artesãos da região. Os operadores chilenos estão empolgados com a nova fase de San Pedro, um destino novo e potente.

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone