Google+
 

Category Archives: Economia

Censo Anual de Capitais Estrangeiros no País 2017 (Ano-Base 2016)

FAÇA SUA DECLARAÇÃO

O Censo de Capitais Estrangeiros no País (Censo) tem por objetivo recolher informações sobre o passivo externo do País. Os dados coletados no Censo permitem ao Banco Central compilar estatísticas e subsidiar a formulação de política econômica.

Estão obrigados a declarar:

  • as pessoas jurídicas sediadas no País, com participação direta de não residentes em seu capital social, em qualquer montante, e com patrimônio líquido igual ou superior ao equivalente a US$100 milhões, em 31/12/2016;
  • os fundos de investimento com cotistas não residentes e patrimônio líquido igual ou superior ao equivalente a US$100 milhões (cem milhões de dólares dos Estados Unidos da América), em 31/12/2016, por meio de seus administradores; e
  • as pessoas jurídicas sediadas no País, com saldo devedor total de créditos comerciais de curto prazo (exigíveis em até 360 dias) concedidos por não residentes igual ou superior ao equivalente a US$10 milhões em 31/12/2016.

A declaração é obrigatória. Evite multas. Acesse http://www.bcb.gov.br/Rex/CensoCE/Censo2016/default.asp?idpai=CAMBIO e faça sua declaração até as 18 horas de 15 de agosto de 2016.

image002

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Hotel em Botswana oferece observação noturna de animais selvagens

Está em busca de férias diferentes, que fujam do tradicional roteiro de passeios a monumentos e compras, e ainda conte com uma boa dose de aventura? Pois  no Khwai Liver Lodge é possível descobrir as atividades secretas de elefantes, hipopótamos, leões, hienas, girafas e leopardos. Trata-se do primeiro hotel de Botswana, país ao norte da África do Sul, a realizar a observação noturna de animais selvagens. Com binóculos especiais, de lentes infravermelhas e alcance superportente, é possível ver de perto tudo que os bichos exóticos realizam durante a noite, como caça, alimentação e até acasalamento.

Khwai-River-Lodge-12-m5pf55mw6tr5tadeklu74mnv2vuxgexw34dx7rb6vc

Os locais de observação são, na verdade, redomas de vidro instaladas sobre decks de madeira suspensos. O hotel fica bem no meio da savana africana, na reserva nacional Moremi, com flora e vida selvagem exuberantes. E o lugar é super exclusivo: são apenas 16 suítes, com decoração rústica, chique e charmosa.

Viewing Deck at Savute Elephant Camp-1363170854

Para ter o privilégio de dormir ali, é preciso investir US$ 2.860 por noite, no sistema all-inclusive, que inclui bebidas alcoólicas. O hotel faz parte da luxuosa rede britânica Orient-Express, que é proprietária também do nosso Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, e do Hotel das Cataratas, em Foz do Iguaçu.

Botswana Accommodation Khwai River Lodge (18)

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Custo de vida ao redor no mundo

Às vezes você não tem vontade de passar um tempo viajando, experimentando a vida como um cidadão local em um país diferente? O Consumer Price Index (CPI), maior banco de dados do mundo sobre países e cidades ao redor do mundo, que tem contribuição de usuários, divulgou um estudo sobre o custo de vida em todos os países, que se transformou em um infográfico.

cost-of-living-original - Cópia (2)

Elaborado pela Numbeo, o estudo leva em consideração os preços em mercado, transporte, restaurantes e utilidades, cada um com um número de variáveis. No caso do infográfico, os preços do custo de vida foram comparados com Nova York. Portanto, se o CPI de um país está em 70, em média tem um custo de vida 30% mais barato do que em NY.

Os preços analisados no mercado incluem itens básicos como carne, ovos, pão, frutas, arroz, vegetais e álcool. Em transporte, são levados em consideração as passagens de ida, mensais, taxa de táxi, petróleo e o preço de um carro Golf, da Volkswagen. Nos restaurantes são comparados preços de refeições naqueles avaliados como caros, medianos e baratos, assim como o preço de amenidades, como café, álcool e água.

Os gastos com eletricidade, água, internet e tecnologia térmica também são avaliados. Canadá e Austrália figuram entre alguns dos países com custo de vida alto, enquanto Índia e Paraguai se encontram no mais baixo. Veja:

cost-of-living-original - Cópia

cost-of-living-original

cost-of-living-original - Cópia (3) - Cópia

cost-of-living-original - Cópia (3)

Fonte: Nômades Digitais

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Voar com mais conforto

Passageiros que fazem longas viagens de classe econômica sabem a tortura que é ficar espremido durante horas a fio em um espaço pequeno. Sendo assim, um novo conceito de poltronas conversíveis foi concebido por James Lee, chefe da Paperclip Design, uma empresa de Hong Kong especializada em design de interiores para a indústria de aviação. A ideia promete uma solução para agradar a passageiros e ampliar a oportunidade de lucro de empresas aéreas ao mesmo tempo.

Chamado de “Butterfly”, o novo assento dá flexibilidade às companhias aéreas para modificar a configuração das cabines de seus aviões conforme a demanda de cada voo. E os passageiros de todas as classes ganham mais espaço com isso.

11

Segundo o blog Todos a Bordo, o design acaba de receber dois grandes prêmios da aviação: o Crystal Cabin Awards e o Prêmio de Inovação para Passageiros 2014, da Iata, a principal associação internacional de companhias aéreas.

2

Pensado especificamente para acomodar passageiros viajando em classe Econômica Premium ou em Executiva, o Butterfly permite facilmente alterar a configuração da cabine de uma disposição de 2-4-2 assentos para uma de 1-2-1. Ou seja, não seria impossível aproveitar a solução para toda a classe econômica ou mesmo para a primeira classe.

1

Mas não é bom se empolgar muito com a ideia —apesar da recepção calorosa ao Butterfly, o projeto, por ora, ainda depende de parcerias para sair do papel. Segundo a Paperclip, com vontade, seria factível pensar em uma estreia somente a partir de 2017.

4

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A residência mais luxuosa do mundo

Morar em imóveis super luxuosos é privilégio de poucos, mas, entre todas as mansões do mundo, existe aquela que é considerada nada menos do que a residência mais cara do planeta! Batizada de Antilia, em homenagem a uma ilha cheia de mitos do Atlântico, trata-se de um prédio com 27 andares, 37 mil metros quadrados e nove elevadores. Tudo isso para servir de moradia a um do homens mais ricos da Índia, o empresário Mukesh Ambani, e sua família.

Para erguer a exagerada e pomposa casa, foram gastos US$ 700 milhões, mas o imóvel hoje é avaliado em US$ 2 bilhões. Para se ter uma ideia, a construção é uma das únicas no mundo resistente a terremotos de até 8 pontos na escala Richter.

9870276902710846-t640
A residência absurda de Mukesh tem mais alguns exageros: estacionamento para 168 veículos, uma oficina mecânica, três helipontos e uma torre de controle de tráfego aéreo. Isso tudo além de um ginásio, um estúdio de ioga, uma sala de cinema com capacidade para 50 pessoas, piscina, salões de festa e três andares de jardim interno. Com tanta coisa assim, não é à toa que a família conta com a ajuda de 600 funcionários para cuidar da manutenção da casa. Confira a seguir mais algumas fotos desta construção:
98702769027101051-t640

98702769027101124-t640

9870276902710109-t640

Na comemoração, compareceram 80 convidados da mais fina nata indiana, aos quais foi pedida discrição quanto à data do evento. Para rebater as inúmeras críticas à sua nova e ostensiva residência, já que a Índia é um pais muito pobre, o casal Ambani argumenta que esta é sua única casa, ao contrário de inúmeros milionários indianos que possuem diversas residências ao redor do mundo. E você, o que vocês achou?

 

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O raro diamante azul

Os diamantes são uma forma cristalina de carbono, dura e transparente. Por muitos séculos, foram apreciados como a mais perfeita das pedras preciosas, sendo de grande valor na sociedade. Historicamente, a Índia foi o primeiro fornecedor de diamantes para o mundo; logo depois, o Brasil tornou-se a fonte mais importante, ultrapassado, por sua vez, pelas ricas descobertas da África.

Colar-Rose-Titanic-Diamante-Azul

Os diamantes coloridos são muito mais raros do que o incolor. Podem ter tons de amarelo, laranja, conhaque, roxo, verde, rosa, vermelho, azul ou azul escuro. O custo desses diamantes é incomensuravelmente elevado, devido à sua raridade, podendo chegar a mil dólares por quilate, se a pedra tem uma cor natural. Os diamantes coloridos são tão específicos que são avaliados de formas diferentes das outras pedras preciosas: eles não possuem lista de preço. Além disso, pequenas variações de cor resultam em saltos significativos em termos de valor.

diamantes-coloridos-3

Em janeiro deste ano, uma pedra de diamante azul, o mais raro dos diamantes coloridos, de 29,6 quilates, foi encontrada pela empresa Petra Diamonds, em Cullinan, na África do Sul. Especialistas acreditam que o exemplar pode ser vendido por um preço recorde, se tornando a pedra mais cara do mundo. Segundo eles a pedra é de um azul muito vívido, com extraordinárias saturação, tonalidade e claridade. Ou seja, perfeita para lapidação.

diamante azul 2

A mina de Cullinan já produziu centenas de pedras de altíssimo valor e é famosa por seus diamantes azuis, considerados os mais raros e cobiçados de todos os diamantes do mundo. Após a lapidação, um diamante similar de 26,6 quilates, descoberto pela companhia em maio de 2009, alcançou um valor pouco abaixo de US$ 10 milhões (R$ 23,6 milhões) em um leilão.

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

As estátuas mais valiosas do mundo

Por definição, uma estátua é uma obra de escultura criada para representar uma entidade real ou imaginária. Mas quando se fala em estátuas de valor, é possível que muitas pessoas logo se lembrem daquelas peças exclusivas colocadas à disposição em leilões, assim como também aquelas que pertencem a empreendimentos históricos. No entanto, é interessante lembrar que existem muitas outras estátuas que são dispostas para o público do mundo inteiro, e que chegam a ter valores que não podem sequer ser contabilizados por uma pessoa comum.

cristo-redentor-entre-as-estatuas-mais-caras-do-mundo

A primeira estátua da lista é o nosso querido Cristo Redentor, no Rio de Janeiro. Inaugurada em 1931 sobre o morro do Corcovado, ela custou às arquidioceses de todo país mais de 250 milhões de dólares e hoje tem um valor inestimável. É o maior ponto turístico do Brasil, recebendo todos os anos 1.8 milhões de pessoas.

tumblr_mb3oixiwW01rhij65o1_500

A mais alta do mundo é a Spring Temple Buddha ou Buda do Templo da Primavera, que fica em Lushan, na China. A estátua teria custado 55 milhões de dólares na sua construção e tem 402 metros de altura, o dobro de tamanho da estatua da liberdade.

Guennol-Lioness

Vendida na casa de leilões Sotheby em dezembro de 2007 por 57,2 milhões de dólares, a Guennol Lioness está entre as mais caras do mundo. O valor é elevado em razão da arte ter sido criada há 5 mil anos atrás, na Mesopotâmia, e esculpida por um artista anônimo que faria parte desta civilização. A raridade foi encontrada em escavações perto de Bagdá, Iraque.

cranio-For-de-Love-of-God

A escultura chamada de For de Love of God ou  Pelo amor de Deus, foi feita por Damien Hirst, que usou um crânio humano do século 18 para realizar um trabalho minucioso de incrustar quase 9 mil diamantes. Com dentes originais do crânio, ela foi banhada em platina e recebeu um raro diamante rosa em formato de pera, localizado na testa do crânio. Esculpida em 2007 e vendida no mesmo ano por 100 milhões de dólares, ela é a escultura mais cara de um artista vivo.

Mount-Rushmore

Considerada como a mais cara do mundo, a estátua do Monte Rushmore foi avaliada em, aproximadamente, 11 bilhões de dólares. Ela é um símbolo da independência e liberdade americana, retratando o rosto de quatro importantes presidentes do EUA. A escultura teria sido iniciada em 1927 e terminada em 1941, pelo escultor Gutzon Borglum.

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Quanto você gasta em cada cidade do mundo

Muita gente acredita que, tão prazeroso quanto viajar é planejar sua próxima viagem. De fato, é possível passar horas pesquisando destinos, os principais roteiros e aquelas dicas de quem conhece bem o lugar. Mas uma parte importante deste processo, mas que nem todo mundo planeja de forma correta, é o orçamento da viagem.

Tirando os gastos com passagens e hotel, é difícil saber quanto dinheiro levar, principalmente se seu orçamento é enxuto. Por isso, o site Price of Travel criou uma lista com 116 cidades, da mais barata para a mais cara. A base para chegar ao resultado foi o cálculo de quanto um viajante comum gastaria em um dia em cada um desses destinos.

pokhara nepal

Hanoi-Vietna

Pokhara, Nepal e Hanoi, Vietnã – custo mais baixo

Para isso, foi pensado nos custos de uma dormida em um hostel bom e barato, três refeições baratas, dois bilhetes de transporte público, uma entrada para alguma atração cultural e três cervejas baratas. É claro que a quantidade de dinheiro que cada viajante dispõe para viagens varia muito, mas pela lista dá para ter uma boa noção das diferenças dos custos que os turistas têm em cada cidade.

Está planejando as próximas férias e quer saber onde o seu dinheiro vale mais? O Sudeste Asiático, com Tailândia, Vietnã e Camboja, e a Ásia Meridional, com Índia e Nepal, dominam as primeiras posições, dos custos mais baixos. Veja a lista completa abaixo (valores em dólares):

zurique

Oslo-Noruega

Zurique, Suíça e Oslo, Noruega – o custos mais altos

1 – Pokhara, Nepal – US$15.83
2 – Hanoi, Vietnã – $16.54
3 – Ho Chi Minh City, Vietnã – $17.36
4 – Chiang Mai, Tailândia – $18.59
5 – Hoi An, Vietnã – $18.70
6 – Goa, Índia – $18.80
7 – Kathmandu, Nepal – $19.33
8 – Phnom Penh, Camboia – $19.95
9 – Luang Prabang, Laos – $19.96
10 – Quito, Equador – $20.30
11 – La Paz, Bolívia – $21.55
12 – Bangcoque, Tailândia – $22.29
13 – Kuta, Bali, Indonésia – $22.92
14 – Manila, Filipinas – $24.01
15 – Sófia, Bulgária – $24.19
16 – Cracóvia, Polônia – $25.53
17 – Cidade do México, México – $25.56
18 – Siem Reap, Camboia – $25.70
19 – Kuala Lumpur, Malásia – $25.72
20 – Phuket, Tailândia – $25.87
21 – Belgrado, Sérvia – $26.00
22 – Vientiane, Laos – $26.03
23 – Deli, Índia – $26.08
24 – Cairo, Egito – $26.23
25 – Lima, Peru – $26.23
26 – Pequim, China – $26.37
27 – Cusco, Peru – $26.51
28 – Riga, Letônia – $26.60
29 – Amman, Jordânia – $26.70
30 – Fez, Marrocos – $27.71
31 – Cidade do Panamá, Panamá – $27.90
32 – Kiev, Ucrânia – $28.56
33 – Marraquexe, Marrocos – $28.89
34 – Sarajevo, Bósnia-Herzegovina – $29.39
35 – Antigua, Guatemala – $29.65
36 – Taipei, Taiwan – $29.90
37 – Dakar, Senegal – $30.29
38 – Cartagena, Colômbia – $31.15
39 – Bucareste, Roménia – $32.28
40 – Budapeste, Hungria – $32.55
41 – Mumbai, Índia – $32.69
42 – San Jose, Costa Rica – $33.44
43 – Montevideu, Uruguai – $33.59
44 – Varsóvia, Polônia – $33.77
45 – Shanghai, China – $33.91
46 – Antalya, Turquia – $34.33
47 – Seoul, Coreia do Sul – $34.60
48 – Beirute, Líbano – $34.74
49 – Santiago, Chile – $36.81
50 – Bratislava, Eslováquia – $36.84
51 – Macau, China – $38.94
52 – Hong Kong, China – $38.94
53 – Istambul, Turquia – $40.11
54 – Buenos Aires, Argentina – $41.15
55 – St. Petersburg, Rússia – $42.02
56 – Cingapura, Cingapura – $42.54
57 – Cancun, México – $43.90
58 – Zagreb, Croácia – $44.10
59 – Praga, República Checa – $45.03
60 – Cidade do Cabo, África do Sul – $45.59
61 – San Pedro, Belize – $47.29
62 – Moscovo, Rússia – $47.67
63 – Las Vegas, EUA – $48.40
64 – Tenerife, Espanha – $49.87
65 – Rio de Janeiro, Brasil – $51.16
66 – Tallinn, Estônia – $55.05
67 – Tel Aviv, Israel – $55.91
68 – Lisboa, Portugal – $57.08
69 – Nova Orleans, EUA – $58.90
70 – Berlim, Alemanha – $61.58
71 – Auckland, Nova Zelândia – $62.30
72 – Atenas, Grécia – $62.50
73 – Dubai, Emirados Árabes Unidos – $62.56
74 – Bruges, Bélgica – $63.16
75 – Montreal, Canadá – $63.76
76 – Nápoles, Itália – $63.82
77 – Ibiza, Espanha – $64.74
78 – Madrid, Espanha – $64.74
79 – Caracas, Venezuela – $64.80
80 – São Francisco, EUA – $65.40
81 – Reykjavik, Islândia – $65.56
82 – Londres, Inglaterra – $67.19
83 – Washington DC, EUA – $67.80
84 – Dublin, Irlanda – $67.89
85 – Dubrovnik, Croácia – $68.47
86 – Los Angeles, EUA – $68.56
87 – Honolulu, EUA – $68.60
88 – Vancouver, Canadá – $69.15
89 – Florença, Itália – $69.61
90 – Nice, França – $70.00
91 – Barcelona, Espanha – $70.26
92 – Galway, Irlanda – $71.58
93 – Chicago, EUA – $71.60
94 – Cidade de Luxemburgo, Luxemburgo – $71.71
95 – Munique, Alemanha – $73.95
96 – Edimburgo, Escócia – $74.38
97 – Hamburgo, Alemanha – $74.61
98 – Miami Beach, EUA – $76.20
99 – Queenstown, Nova Zelândia – $77.21
100 – Toronto, Canadá – $77.75
101 – Paris, França – $81.12
102 – Milão, Itália – $81.32
103 – Viena, Áustria – $81.84
104 – Helsínquia, Finlândia – $82.50
105 – Roma, Itália – $82.50
106 – Copenhaga, Dinamarca – $82.65
107 – Melbourne, Austrália – $85.96
108 – Sydney, Austrália – $88.30
109 – Amsterdã, Holanda – $88.95
110 – Nova York, EUA – $89.30
111 – Tóquio, Japão – $89.31
112 – Bruxelas, Bélgica – $91.32
113 – Veneza, Itália – $92.63
114 – Estocolmo, Suécia – $98.37
115 – Oslo, Noruega – $106.53
116 – Zurique, Suíça – $121.36

 

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

As propriedades mais caras do mundo

Com os preços exorbitantes do mercado imobiliário atual, você já parou para pensar nos imóveis mais caros à venda no mundo? Com certeza as cifras são até difíceis de imaginar para indivíduos comuns, como a maioria de nós. Por isso, o site Curbed resolveu listar as propriedades disponíveis no mercado mais caras do planeta. São imóveis impressionantes, não apenas por seus preços astronômicos, mas também por sua beleza, seu conforto e, claro, seu luxo. 

1. Ilha Il Galli, Itália  US$ 268 milhões – Não é de se estranhar que esta ilha situada entre Positano e Capri esteja no topo da lista. Sua posição geográfica privilegiada, no melhor trecho da Costa Amalfitana, certamente justifica o preço, mas sua paisagem natural, composta por três rochedos e uma praia particular, ajuda a compor o quadro. Por US$ 268 milhões, o felizardo que adquirir a propriedade terá à sua disposição, ainda, uma autêntica villa italiana, erguida ao lado da faixa de areia, e algumas histórias para contar. Afinal, um dos proprietários anteriores foi o bailarino e empresário Rudolf Nureyev, conhecido promotor de memoráveis festas privéepor ali.

2. Praia de Amagansett, Hamptons, Nova York, EUA  US$ 200 milhões – A imensa faixa de planície e praias pontuada, aqui e ali, por algumas das mais estonteantes mansões do planeta, dá aos Hamptons, no litoral do Estado norte-americano de Nova York, o status de uma das regiões mais ricas do planeta. A mais cara propriedade dali, porém, não é uma mansão, mas, sim, um terreno de 38 mil m² à beira da praia de Amagansett, no trecho mais disputado e valioso de East Hampton.

3. Cobertura do Bulgari Hotel, Londres  US$ 157 milhões – Se há uma cidade no mundo conhecida pelos alto preço de seus imóveis (na verdade, há várias!), essa cidade é Londres. E é justamente ali, no topo do recém-inaugurado Bulgari Hotel, que está a mais cara residência da cidade. Disponível para venda, a cobertura tem preço alto: US$ 157 milhões. E o pior é que isso não é sinônimo de luxo absoluto. Pelo contrário: apesar de o futuro proprietário ter uma bela vista para o Hyde Park, além de dispor dos serviços e dependências do hotel, ele terá de desembolsar outra boa quantia para concluir sua construção. A obra está parada e não tem sequer os acabamentos. 

4. Residência de Jeff Greene, Beverly Hills, Califórnia, EUA  US$ 150 milhões -Localizada em um dos pontos mais disputados de Beverly Hills, esta propriedade tem mais de 100 mil m² de terreno. É um valor e tanto, considerando-se que ela fica dentro de uma área urbana. Os exageros não param por aí: com 11 suítes, a casa principal tem mais de 4 mil m² de área construída, além de 24 vagas de garagem, um salão de festas de 500 m², um gazebo de mil m² e uma casa de hóspedes de 750 m². Tudo isso é fruto do sonho do milionário Jeff Greene, que atua justamente no ramo imobiliário e agora pretende reaver o investimento que aplicou em sua antiga morada.

5. Residência Fleur de Lys, Bel Air, Califórnia, EUA – US$ 125 milhões – Bel Air disputa com Beverly Hills o título de subúrbio mais rico de Los Angeles. O primeiro, porém, é procurado por aqueles que querem privacidade. É ali que está a residência conhecida como Fleur de Lys, de propriedade de Suzanne Saperstein, ex-esposa de David Saperstein, um bilionário fazendeiro do Texas. A residência tem 3.200 m², divididos em 12 suítes, duas cozinhas, um cinema para 50 pessoas, salão de festas, 10 quartos de empregados e 9 vagas de garagem.

Informações: Casa Vogue

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Escapada no fim de semana

Que tal escapar no fim de semana? O Rio de Janeiro tem bons lugares para relaxar e ainda desfrutar de uma estadia incrível, com conceito de Hotel Boutique, e que são ótimas opções para visitantes e até moradores da cidade que queiram um programa diferente.

Você pode passar várias vezes pelo Joá, no Rio – mas quantas vezes parou para admirar uma das vistas mais bonitas do Rio? Pois é lá que está uma preciosidade do turismo carioca, o hotel La Suite, um pequeno refúgio pra passar alguns dias de puro deleite. Como se não bastasse, o La Suite é famoso lá fora, então é garantido encontrar gente do mundo inteiro ali.

Uma outra sugestão está num dos ícones do urbanismo carioca, embora às vezes esquecido pelos turistas… O Largo do Boticário, bem perto do bondinho para o Corcovado e das ruas charmosas do Cosme Velho, com clima de interior e uma deliciosa surpresa.

Casa 32 foi adquirida por um jovem casal, passou por uma mega reforma e ganhou status de Hotel Boutique. Foi um dos pioneiros e já conquistou um lugar no coração dos cariocas. Olha que delícia: são apenas três suítes, dentro do conceito de soft opening.

La Suite

www.lasuiterio.com

Casa 32

www.casa32.com

 

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone