Google+
 

Recém inaugurada a maior Starbucks do mundo

Dia 4 de dezembro já pode ser considerado um marco para os amantes do café. Nessa data, foi inaugurado o maior Starbucks do mundo. A loja fica em Shanghai, na China, e tem mais de 2,7 mil metros quadrados. Para se ter uma ideia da grandiosidade da coisa, só a barra de café mede 27 metros – e ela foi manufaturada por artesãos chineses. Um barril de cobre de 40 toneladas abastece os repositórios de café de toda a loja.

starbucks-reserve-roastery-shanghai1

Mas a maior novidade da loja não está visível a olho nu. Em diversos pontos da cafeteria estão disponíveis funções de realidade aumentada, que podem ser acessadas através de um smartphone. Apontando para um determinado local é possível conhecer a origem dos grãos de café que você está consumindo, por exemplo.

Starbucks-Reserve-Roastery-Shanghai

A marca pretende fazer da loja um verdadeiro templo da bebida, em que os visitantes se sintam imersos em todas as “visões, sons e aromas do café sendo torrado no local“, de acordo com uma publicação no site da empresa.

Esta é a segunda de seis cafeterias especiais da marca, que estão sendo chamadas de Starbucks Reserve Roastery – a primeira delas foi inaugurada em Seattle (EUA). Até 2020, as outras quatro lojas similares devem abrir em Milão, Nova York, Tóquio e Chicago.

star5

Fonte: Hypeness

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A ilha no Japão conhecida como “Pérola do Oriente”

Por mais que pareça que todo canto do planeta já tenha sido devidamente documentado, explorado e registrado – e que não existe mais nenhum local incrível e novo para se descobrir e incluir naquela lista imaginária de lugares que você precisa conhecer – sempre haverá uma nova ilha, uma praia deserta, uma pequena cidade que se revela como uma pequena porção do paraíso na Terra. Pois pode anotar: esse lugar é a ilha de Yoron, no Japão.

Yoron1

Trata-se de uma pequena ilha tropical, com somente 23 km de circunferência e cerca de 6 mil moradores que vivem cercados de águas diáfanas e recifes de corais esplendorosos. Rodeada por outras ilhas e localizada a 25 km do continente, não é por acaso que Yoron é conhecida como a “Pérola do Oriente”, um lugar perfeito para o mergulho, a prática de esportes marinhos, ou para simplesmente se curtir os prazeres da exuberância natural do local.

Yoron7

Uma das mais curiosas atrações de Yoron é a praia de Yurigahama. Seu apelido de “Praia fantasma” é perfeitamente ilustrativo: ela só aparece duas ou três vezes por mês, durante a maré baixa. Localizada a 1,5 km da costa, ela é, na realidade, um banco de areia que te permite deitar-se e pegar um sol no meio do mar, em um diminuto pedaço de areia sempre prestes a desaparecer.

Yoron9

Para ilustrar o quão especial é o lugar, alguns grãos de areia de suas praias possuem o formato de pequenas estrelas. A lenda diz que se você conseguir reunir um número de estrelas de areia equivalente à sua idade, a prosperidade estará garantida em sua vida.

Yoron2

Os moradores de Yoron vivem da pesca, do turismo e do cultivo de cana de açúcar, mas convenhamos que não é preciso de muito mais quando se vive em um lugar como esse. :)

Fonte: Hypeness

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A trilha mais perigosa do mundo

gcom_trilha_mais_perigosa_do_mundo_china_09

O quanto você se arriscaria para alcançar a iluminação em um templo religioso a mais de 2 mil metros de altura, nas montanhas da China? Pelo visto, os poderes espirituais do local devem ser dos melhores, pois milhares de turistas passam anualmente na trilha mais perigosa do mundo, no monte Huashan, para chegar às tradicionais construções. Trata-se de um templo taoísta de grande importância, construído por volta do século 2 a.C. Lá, cinco belas construções se distribuem, criando a forma de uma flor mística.

gcom_trilha_mais_perigosa_do_mundo_china_08

Para chegar ao topo, é necessário passar por pequenas trilhas de madeira, escadas incrustadas nas pedras e pontes que se esticam sobre precipícios a milhares de metros do chão. De acordo com estatísticas não oficiais, aproximadamente cem pessoas morrem anualmente no local antes de alcançar o topo! Mesmo assim, o fluxo de turistas continua crescendo.

gcom_trilha_mais_perigosa_do_mundo_china_07

Para aqueles que gostam de adrenalina e se garantem no preparo físico, uma coisa é inegável: a vista é de tirar o fôlego. Já para os menos destemidos, as fotos e vídeos do local já cumprem o papel de encantar e causar calafrios. E aí, você encararia?

 

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Sem fotos

Mais uma pesquisa realizada para analisar os efeitos da vida após as redes sociais concluiu que as pessoas ficam mais deprimidas quando visualizam uma fotografia de alguém curtindo as férias em algum lugar muito bonito. “É cientificamente provado que fotos de férias em lugares muito lindos em mídias sociais tornam o espectador infeliz porque eles não estão lá”, explicou o representante de um vilarejo na Suíça. A comunidade de Bergün/ Bravuogn determinou, a partir de uma votação com todos seus habitantes, a proibição de fotos do local por turistas a partir do último mês de maio. Uma placa foi instalada com o aviso escrito na língua local, avisando da pequena multa de cinco euros para quem desobedecer a ordem. A multa não tem como objetivo penalizar o infrator, mas apenas servir de incentivo para que a lei seja levada a sério.

_MG_3977

“Bergün/ Bravuogn é linda!”, acrescentou o prefeito local, Peter Nicolay, que finalizou toda a história da melhor maneira: “Nós não queremos deixar as pessoas de fora de nossa comunidade infelizes por compartilhamentos feitos nas redes socias com a nossa paisagem, e cordialmente te convidamos a visitar o local para viver essa experiência”. De fato, basta olhar as imagens que foram registradas até antes da implantação da ordem para se dar conta de que o local é realmente muito bonito, rodeado de montanhas. Ainda assim, há quem diga que a proibição das fotos no lugar não passe de uma mera estratégia de marketing para atrair ainda mais turistas ao local. Considerando que a partir de agora eles não poderão mais tirar fotos, apenas registrar com os olhos, essa será uma atração do tipo “à perder de vista”, ou “veja agora ou nunca mais…”.

vilarejo

O gabinete de turismo local removeu as fotos do vilarejo de sua página no Facebook e da conta do Twitter e disse que tem intenções de remover as imagens do site oficial de Bergün. Como já é de esperar, a ação gerou reações misturadas nas mídias sociais. Alguns consideram uma péssima ação de marketing, enquanto outros sonhadores consideraram a estratégia uma excelente ideia que mostrou “coragem e um ótimo senso de humor”. Alguns chegaram a comparar o banimento com a Coreia do Norte… E você, o que achou?

Fonte: Petiscos

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Museu de miniaturas na França

museu-miniaturas-03

museu-miniaturas-13

Ao observar as fotos acima, fica difícil identificar o curioso elemento que as define: são miniaturas! É a habilidade impressionante do miniaturista Dan Ohlmann que permite criar ambientes tão cuidadosamente projetados e produzidos, que parecem ser edifícios no tamanho “tradicional”.

museu-miniaturas-10

Tudo começou em 1985, quando Ohlmann, que era marceneiro, criou sua primeira coleção de móveis em miniatura. Depois de se tornar uma referência no ofício, ele abriu, em 2005, um museu específico para suas criações, o Musée Cinéma et Miniature, que apresenta duas raras e exclusivas coleções.

museu-miniaturas-12

A primeira conta com mais de 100 pequeninos ambientes que reproduzem cenas do dia-a-dia de forma hiper-realista, criadas por miniaturistas renomados. A outra exibe os 300 filmes feitos com os cenários e efeitos especiais. Apesar de tudo ser em formato mini, o espaço de exposição conta com dois mil metros quadrados.

museu-miniaturas-08

Localizado no coração do Vieux-Lyon, na França, o museu está na Maison des Avocats (em português, a Mansão dos Advogados), uma famosa construção do século 16 que faz parte dos patrimônios mundiais da Unesco. Até a equipe que recebe diariamente os visitantes é especialista em criar novas miniaturas e oferece workshops em francês e inglês.

museu-miniaturas-09

 

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Casamento de bilionário

Cerimônias de casamentos em destinos paradisíacos já não são mais novidade. Muitos casais apaixonados optam pelos chamados “destination weddings”, festas que normalmente têm paisagens naturais como pano de fundo, e para onde o grupo seleto de convidados arruma as malas para participar. Este tipo de casório não costuma sair barato, mas um resort no México aposta no altíssimo luxo para tornar o enlace dos pombinhos uma experiência inesquecível para todos.

grand-velas-riviera-maya-mexico-luxury-resort-home2-top-900x499

Quem estiver disposto a investir pode realizar um casamentos bilionário nos resorts da companhia Grand Velas, no México, com uma série de etapas luxuosas que inclui até viagem de avião particular, com direito a massagens e serviço de bordo especializado! O pacote, que foi batizado justamente de “Casamento de Bilionário”, custa nada menos que 2,5 milhões de dólares e está disponível nas unidades do resort na Riviera Maya e Riviera Nayarit.

grand-velas-riviera-maya-mexico-top

A festa começa com uma viagem de avião particular com lugar para 100 convidados, que sai dos Estados Unidos e segue até o México. No hotel, cada convidado recebe um assistente pessoal, além de ter à disposição algumas criações do estilista de Hollywood Michael Costello, que já desenhou para supercelebridades, como Lady Gaga, Beyoncé e Jennifer Lopez. Enquanto isso, os noivos recebem presentes, como shots de tequila, banho aromático e coquetéis preparados para a ocasião.

grand-velas-riviera-nayarit

O lugar, com paisagens cinematográficas e uma arquitetura de cair o queixo, ainda rende belíssimas fotos para a posteridade. Já imaginou?

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Ladurée em endereço suíço

laduree1

A confeitaria de luxo Ladurée foi fundada em Paris em 1862 e hoje é sinônimo de macarons – os quais a marca francesa vende 15 mil unidades por dia. Agora, ela inclui cinco segmentos de produtos, que vão desde os famosos doces e chocolates, até itens de beleza e banho.

laduree5

Recentemente, a designer parisiense India Mahdavi comandou a criação de um espaço da Ladurée dentro do hotel Four Seasons, no Quai des Bergues, um dos mais prestigiados endereços de Genebra e que remete na história a 1834.

laduree

Genebra é o lugar perfeito na Europa para desfrutar da elegância e do luxo. A Ladurée já estava presente em certos pontos de venda, mas com a abertura do novo espaço no Four Seasons, os fãs da marca e turistas terão um ponto muito especial para saborear os deliciosos macarons e conhecer todos os produtos da grife.

Ladurée1

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Conheça a costa do Pacífico de trem

amtrak-coast-starlight-1

Muita gente conhece a viagem pela costa oeste dos Estados Unidos feita de carro. Mas você sabia que pode atravessar toda a Califórnia e mais alguns estados a bordo de um trem?

amtrak-coast-starlight-7

Desde a década de 40, o Coast Starlight, da companhia Amtrak, vem oferecendo paisagens deslumbrantes aos viajantes que optam por se aventurar sobre os trilhos. O trem vai de Seattle até Los Angeles, passando por 30 cidades diferentes ao longo das 35 horas de viagem.

amtrak-coast-starlight-4

A rota passa por diversos parques nacionais e outros cenários de tirar o fôlego. Um dos vagões, por exemplo, é totalmente equipado para oferecer e melhor experiência ao viajante, com vidros desde o chão até o teto e cadeiras especiais. Uma viagem e tanto! Para saber mais, acesse o site da Amtrak.

amtrak-coast-starlight-2

Fonte: Nômades Digitais

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Seu melhor amigo na Disney

A partir de agora, donos de cães que desejam levar seus amigos com eles durante hospedagem em hotéis da Walt Disney World terão várias opções. Em um post em seu blog oficial, a Disney confirmou que – “pela primeira vez” – o resort do parque temático de Orlando vai receber cães em quatro de suas propriedades hoteleiras.

vet2-5

Haverá uma taxa noturna de “limpeza de animais” para que seu cachorro possa ficar com você, que varia de acordo com o hotel:

Disney’s Art of Animation Resort: US $ 50 / noite
Disney’s Port Orleans Riverside Resort: US $ 50 / noite
Cabins at Disney’s Ft. Wilderness Resort: US $ 50 / noite
Disney’s Yacht Club Resort: US $ 75 / noite

Até dois cães poderão permanecer em cada quarto pela mesma taxa de animais de estimação. Mas a Disney observa que os cachorros devem ser “bem comportados nas áreas públicas do resort e devidamente vacinados” para permitir que fique com você em seu quarto de hóspedes.

No check-in, os cães serão recebidos com um kit de boas-vindas do Pluto, que incluirá tapete, tigelas, uma etiqueta de identificação, sacos descartáveis de plástico de cortesia, almofadas de cachorros e mapas para caminhadas para cães. E, se seu cão não é um fã de visitantes, você poderá pendurar um suspenso de porta especial “Não perturbe” do Pluto para indicar que um animal de estimação está no quarto.

disney_interna

Para aqueles com alergias de animais ou para quem não se sentir confortável perto de cães, cada um dos quatro resorts terá certos pisos ou seções designados que serão destinados para cães e áreas em que eles não poderão transitar.

Enquanto isso, de acordo com a Disney, “a maioria das áreas permanecerá livre de caninos para acomodar hóspedes com alergias ou outras preocupações”.

Fonte: Hypeness

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Luxo à beira do mar em Moçambique

familia_05

Nas ilhas Benguerra, que compõem o arquipélago Bazaruto, em Moçambique, um dos poucos espaços habitados oferece uma hospedagem tranquila, com direito a pé na areia e vista para o oceano de águas cristalinas. Ali está situado o Benguerra Lodge, hotel que dispõe de 10 cabanas rústicas – todas recém-reformadas pelo escritório de arquitetura londrino Michaelis Boyd Associates.

familia_03

Elementos típicos da região, como telhados de palha, estrutura de madeira e paredes de junco, permeiam a arquitetura dos 15 quartos existentes, finamente decorados pela designer de interiores Marguerite Louw, que misturou elementos africanos com design colonial português.

dhow_bar_0

As cabanas são interligadas por decks de madeira que, através de um sinuoso caminho arborizado, conduzem até às piscinas de borda infinita em frente ao mar. O escritório de arquitetura também adicionou espaços de lazer na área externa dos quartos, com chuveiros e camas suspensas, protegidas do sol.

benguerra2_061_cabana

Mais escondido na mata está o amplo edifício principal, de madeira e palha, que concentra recepção, restaurante e uma loja. O bar, por sua vez, fica em um lugar curioso: na areia, abrigado por um antigo barco trazido do mar por um ciclone há anos, que foi cuidadosamente restaurado para fornecer bons drinks ao anoitecer.

benguerra2_020_casinha

Fonte: Casa Vogue

Gostou? Então compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone